“Romances não criativos”

O livro Sujeito oculto foi analisado no artigo “Romances não criativos”, da doutora em literatura comparada e professora da UFBA Luciene Azevedo, para a revista “Estudos da Literatura Brasileira Contemporânea” da Universidade de Brasília. Leia aqui.

Descubra quais são os seus vícios de linguagem

Um sistema de análise de texto permite que você teste quais são as palavras e expressões que mais repete. Basta usar o processador linguístico de corpus da Insite. A demonstração do texto a ser analisado não pode ultrapassar de 12 kbytes. Para saber mais informações e testá-la, clique aqui.  

Conheça e compare ferramentas gratuitas para colocar sua matéria no mapa

O site IJNet, uma rede de jornalistas internacionais, publicou um artigo em que compara as três ferramentas do Google – Story Maps, KnightLab e Tour Builder – para publicações de reportagens jornalísticas. Para ler e aprender mais sobre onde hospedar a sua matéria, leia aqui.

Aprenda a usar dados como fontes no curso online gratuito “Exploração de dados e narrativas”

O novo Curso Online Aberto e Massivo em inglês do Centro Knight pretende ensinar jornalistas a usar dados como uma fonte para contar histórias com narrativas envolventes. “Exploração de dados e narrativas: como encontrar histórias em dados com análise exploratória e visualização” vai ocorrer de 16 de Janeiro a 26 de fevereiro. O curso tem duração de seis semanas e para se inscrever, bastar clicar aqui.  

“Ensayos sobre biopolítica” com teorias de Foucault e outros está disponível na internet

Está disponível no Google Drive o livro “Ensayos sobre biopolítica – Excesos de vida” com teorias de grandes filósofos, como Michel Foucault, Antonio Negri, Giorgio Agamben e o crítico de cinema Slavoj Žižek. Para ler o conteúdo, clique aqui.

Estadão desenvolve série com conteúdo especial em realidade virtual

O Estadão apresentou, nesta semana, duas novidades da sua incursão tecnológica. Desde a segunda-feira (5), o público pode ter em  mãos o caderno interativo da série “O Brasil que o Brasil quer”, com vídeos, áudios, infográficos interativos e galeria de fotos. E desde terça-feira (6), está disponível o Estadão Realidade Virtual, que mostra a viagem da blogueira Karina Oliani a Bonito (MS) em quatro atividades – trilha 4X4, rapel, mergulho e rafting. A realização e produção do projeto é da Academia de Filmes e toda a ação tem oferecimento da Mitsubishi. Para uma experiência completa, o leitor deverá usar óculos de realidade virtual....

Google anuncia a ferramenta Google News Lab University Network

Para auxiliar as faculdades de Jornalismo, que formam futuros repórteres  e moldam o futuro da mídia, o Google anunciou a  criação do Google News Lab University Network. A iniciativa pretende proporcionar aos educadores de jornalismo o mesmo nível de treinamento e apoio que oferece aos jornalistas nas redações. Atualmente 49 universidades de todo o mundo fazem parte da networking, uma rede projetada para fornecer treinamento em pessoa quando possível e materiais de treinamento on-line e apoio a professores e alunos sobre temas que vão desde fundamentos da ferramenta Google, checagem, narrativa imersiva, jornalismo de dados, pesquisa avançada e Google Trends, mapeamento...

Casa Pública como o point de jornalistas no Rio de Janeiro

A  Agência Pública de Jornalismo Investigativo, ocupa, desde março de 2016, uma casa em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, onde promove eventos, coletivas de imprensa e até festas e happy hours para jornalistas. O projeto, denominado de Casa Pública, atua em três frentes: produção cultural, com exposições e exibições de filmes, um projeto de residência para jornalistas estrangeiros, com bolsa de reportagens, e a organização de palestras de encontro de jornalistas, chamado de Conversa Pública.    

Inscrições abertas a bolsa do Instituto Reuters de Jornalismo em Oxford

Inscrições abertas a bolsa do Instituto Reuters de Jornalismo em Oxford

O Reuters Institute for the Study of Journalism está selecionando candidatos para seu programa de pesquisa, com duração de três ou seis meses. O bolsista irá realizar um trabalho acadêmico, preferencialmente sobre uma das áreas de foco do instituto: jornalismo e democracia; negócio do jornalismo; prática do jornalismo; e política de mídia. Os candidatos devem ter experiência mínima de cinco anos de jornalismo e conhecimento avançado do inglês. Para a inscrição, é necessário enviar o currículo, uma declaração pessoal, uma proposta de projeto, referências e amostras de trabalho até o dia até 31 de janeiro de 2017. Para mais informações (em inglês), clique aqui.

Conheça o Mapa do Jornalismo Independente do Brasil

Entre novembro de 2015 e fevereiro de 2016, a Pública mapeou 79 iniciativas espalhadas por 12 cidades. Até então algo inédito no Brasil, o mapa é uma ferramenta que pode ajudar a entender melhor esse cenário e servir como catálogo para pessoas que queiram acompanhar as informações em meios alternativos de jornalismo. Os critérios para a seleção de novas mídias foram as que nasceram na rede, frutos de projeto coletivo e sem quaisquer ligação com grandes grupos de comunicação. Blogs não foram considerados devido ao seu caráter individual. Para navegar pelo mapa, clique aqui.