Como os livros eram feitos há 60 anos?

Em meio às mudanças na forma como se publica e como se lê um livro hoje em dia, esse vídeo produzido pela TV inglesa em 1947 mostra como eram produzidos os livros há 60 anos atrás. Uma grande mudança está acontecendo neste exato momento no mercado editorial, na forma como se faz e como se lê livro. Em uma época onde se publicam livros na velocidade de uma dezena de tweets, o vídeo a seguir, uma produção da TV inglesa, de 1947, responde à pergunta sobre como eram feitos os livros há 60 anos. Via Publiki

Projeto brasileiro ensina programação pela internet gratuitamente

Projeto brasileiro ensina programação pela internet gratuitamente

A busca desesperada por profissionais qualificados no mercado de tecnologia levou empresas nacionais a copiar uma iniciativa americana para incentivar os brasileiros a procurar este setor. A Locaweb e a Caelum (que oferece cursos de programação) lançaram o Ano do Código, campanha semelhante à Code.org, que envolve nomes como Mark Zuckerberg e Bill Gates. Como ocorre na Code.org, internautas são estimulados a ter contato com esquemas de programação de forma simples, com tutoriais e depoimentos em vídeo que ajudam a melhorar o entendimento das tarefas. Saiba mais

Fronteiras cruzadas – A ficção no jornalismo e a reportagem na literatura

Sinônimo de neutralidade e oposto à subjetividade, espaço tradicionalmente reservado à ficção, o conceito de objetividade jornalística vem sendo minado desde o século passado pela propaganda política fascista (que mostrou como era possível manipular qualquer fato ou número), pelas teorias psicanalíticas (que demonstraram o quanto o inconsciente influencia nossa interpretação do mundo) e até mesmo pela própria capacidade de simulação da literatura realista. Mas foi preciso que um novo surto de jornalismo-mentira, a partir dos anos 80, revelasse sua fragilidade, mostrando que a objetividade jornalística é antes de mais nada um artifício. Os vários escândalos que abalaram a credibilidade...

Por uma ideia de literatura expandida

O cinema nasce do teatro, mas não é teatro. É uma nova arte, com uma nova linguagem, criada a partir de uma nova tecnologia. O mesmo pode ser dito da fotografia em relação à pintura. E, com algumas ressalvas quanto a seu conteúdo artístico, do rádio e da televisão. Terá chegado a vez da literatura? Até onde ela pode se expandir em hipertextos, hiperlinks, multimídias, quebrando a linearidade da página, antes de se tornar uma nova arte? Enxergar que o livro eletrônico é um novo passo na longa série de invenções de tradições narrativas tira o foco da discussão...

Palestra – Jornalismo cultural: uma introdução

Curso: Qual é o futuro do livro?

Debate – A Busca do amor no universo virtual

Estratégias narrativas na mídia digital

Zona Digital


Literatura Expandida

Cidade de Leitores aborda a cultura na Era da Internet




Curadoria e jornalismo cultural na era digital – Seminário Rumos Jornalismo Cultural



A Nova Literatura Brasileira

O Sempre Um Papo recebe, integrando o ciclo de debates Nova Literatura Brasileira, a escritora Cristiane Costa para debate e lançamento do livro Pena de Aluguel.


YouTube

Realidade aumentada em HQ

Anomaly promete inovar o mundo das histórias em quadrinhos. Com elementos de realidade aumentada, a publicação mistura a versão digital com a impressa.

Curso online sobre literatura digital

O Instituto de Formação Contínua da Universidade de Barcelona criou um mestrado em Literatura na Era Digital totalmente on-line.

Ativismo online vira filme

O grupo Anonymous deixa a máscara cair e conta o trabalho e os ideais de seus integrantes em um documentário inédito. Já o filme Underground: the Julian Assange Story conta a vida de Assange, ativista político criador do WikiLeaks.

Clássicos em forma de game

Livro em forma de videogame. Conheça projetos que incentivam a leitura de grandes clássicos nacionais e internacionais.

Tinta Inteligente

Tinta inteligente permite substituir circuitos eletrônicos tradicionais em tecido e papel.

Fanfics

O sucesso mundial do megaseller "Fifty shades of grey", uma espécie de Crepúsculo apimentado, faz os editores começarem a levar a sério os autores de fanfiction.

SESC nas Aldeias

Mostra de cinema indígena revela novos talentos da Sétima Arte. O evento SESC nas Aldeias vai até dia 29 de junho.

A Nação da Curadoria

Já parou para pensar no que acontece quando compartilha algo nas redes sociais? Será que você teria visto os mesmos vídeos, lidos os mesmos textos ou escutado as mesmas músicas se seu amigo não tivesse te indicado?

Pocket

Não tem nada para fazer, enquanto está no engarrafamento? Por que não lê aquele artigo legal ou vê aquele vídeo interessante? E acredite... você não vai precisar de internet.

César Viana – Como preparar jornalistas e a mídia para lidar com os novos espaços de informação e cidadania

César Viana fala sobre o novo manual de redação de jornalismo de precisão.

Manifesto do pós-jornalismo

O jornalismo não vai morrer. Ele está sendo recuperado pelo jornalista, fotógrafo, escritor e consultor de mídia Bernardo Gutiérrez com um novo nome: pós-jornalismo.

Cybertecture Mirror

Se seu espelho fosse mágico, o que gostaria que ele fizesse? Se pensou em acessar a internet, você, provavelmente, irá gostar dessa novidade.

Faça experiências de Realidade Aumentada com o Metaio Creator

Pela primeira vez, criar experiências de Realidade Aumentada não requer mais saber programar. O Metaio Creator oferece uma interface fácil de usar, do estilo “drag and drop”, que permite desenvolver projetos de Realidade Aumentada rapidamente.

Rodrigo Savazoni – Algumas considerações sobre arranjos produtivos para vídeo online

O surgimento do vídeo online (em rede) produziu um forte impacto no mercado audiovisual, não tanto no que se refere à redução de investimentos para as formas tradicionais de produção (cinema e televisão), mas fundamentalmente na sedução do público consumidor. Nesse sentido, é possível demonstrar que, com a tendência de deslocamento do telespectador para os domínios da internet, os impactos econômicos – ainda que não momentâneos – são uma tendência de médio prazo (veja gráfico publicado na edição 187 da Revista Tela Viva).

10 táticas para transformar informação em ação

A cartilha 10 Táticas Para Transformar Informação Em Ação traz maneiras originais e criativas para chamar a atenção e comunicar uma causa de defesa dos direitos. Foi elaborada pela ONG internacional Tactical Technology Collective, cujo programa de trabalho tem como objetivos: Agir, Revelar e Proteger.

Flixel: Faça suas fotografias moverem-se com este fácil aplicativo para iPhone

Inspirado nas Cinemagraphs, o Flixel é uma ferramenta que permite criar fotografias com movimentos direto no iPhone.

Por dentro do Vook

Em palestra na UFRJ, o diretor da empresa Vook na América Latina, Greg Baterman, apresentou a plataforma de edição de livros digitais que está trazendo para o Brasil. Mas o que o Vook traz de novo? O sistema permite produzir livros e revistas enriquecidos com conteúdo multimídia, animações, hiperlinks, além da possibilidade de compartilhar informações em redes sociais. Outra novidade é que o autor pode se distribuir seu conteúdo diretamente para a Amazon e Apple Store.

Cultura digital na revista Overmundo

A quinta edição da revista traz iniciativas e movimentos voltados ao digital e às artes eletrônicas, passando da literatura e-lit ao fenômeno Osama Bin Laden do Brega. A edição também conta com entrevistas em quadrinhos com blogueiros de música, cineastas que filmam com o celular, além da história de um videolog para velhos. A revista pode ser lida em PDF ou no iPad.

Luiz Agner – Informação jornalística e design da interação gestual

O design de interação é fundamental para a prática de leitura em plataformas digitais, como smartphones e tablets. Neste artigo, o designer Luiz Agner mostra que os aplicativos para jornais e livros não podem simplesmente mimetizar o sistema de navegação dos sites. E devem investir na interação gestual e na usabilidade.

Carros do Futuro

Para-brisas com realidade aumentada são apresentados em feira de tecnologia e prometem revolucionar a maneira como dirigimos nossos carros.

A História do Creative Commons

Veja aqui como nasceu a ideia de que empresas e criadores poderiam ser donos de direitos autorais e o que levou à criação do Creative Commons.

Campanha pela popularização do e-book

O site Revolução e-book criou uma campanha para popularizar o livro digital no Brasil. Veja aqui as vantagens apontadas: do acesso a edições esgotadas ao preço.

O que acontece com a internet hoje

A internet é um monstro estranho e imenso. Está ficando maior, mais forte e mais confiável a cada dia. Redes sociais ferozes brigam entre si para estarem no topo e ganharem mais atenção do público, além de obter mais informações pessoais. Uma economia inteira é gerada a partir de hábitos de navegação. Essa é a realidade da internet de hoje. Veja este infográfico animado e atualizado em real time.

Sistema de Computador que reconhece suas emoções

Cientistas criaram um sistema de computador capaz de reconhecer emoções humanas tais como raiva ou impaciência analisando a acústica da voz do indivíduo.

Uma breve história sobre o Emoticon

Você sabia que o emoticon tem quase 30 anos? Vinte e nove anos atrás. Scott Fahlman, um cientista da computação na Carnegie Mellon University, primeiro propôs um "dois pontos, hífen e parênteses" como uma maneira de convencionar um significado emocional via texto pleno. Confira a história do Emoticon.

Programa Hackasaurus propõe remixagem de conteúdos

Programa Hackasaurus propõe remixagem de conteúdos

Novo aplicativo da Fundação Mozilla permitirá livre composição gráfica e editorial de um portal de notícias e, assim, possibilitará que o jovem leitor seja inserido nos processos de produção de sentido em um veículo de comunicação.

Cientistas do MIT criam chip que simula atividade cerebral

Pesquisadores do MIT projetaram um chip de computador que imita a maneira como os neurônios respondem a novas informações.