Crise liberal e redes sociais

A evidente destruição do sistema político brasileiro, o Breixt no Reino Unido, a eleição de Macron na França e de Donald Trump nos EUA apontam para uma crise da democracia liberal no mundo. É o que diz o sociólogo espanhol Manuel Castells, de 76 anos. Um dos maiores especialistas das transformações sociais provocadas pela internet e da sociedade de redes, em entrevista à revista Época, ele comenta que as redes sociais “aumentam a autonomia dos cidadãos e de movimentos sociais vis-à-vis o sistema político, deslegitimando assim abusos das instituições democráticas. Por outro lado, elas amplificam movimentos de desestabilização por parte de forças não democráticas, como o Movimento Brasil Livre (MBL), financiado no Brasil pelos irmãos Koch (Charles e David Koch, bilionários americanos que financiam movimentos conservadores de direita.”
O sociólogo ainda fala de Bolsonaro, globalização, marketing político e crise de representatividade. A íntegra da entrevista entrevista pode ser lida clicando aqui.
Be Sociable, Share!

Comments are closed.