Acusação de plágio

Pablo Katchadjian foi condenado a pagar 80 mil pesos (cerca deR$ 27 mil) à viúva e herdeira da propriedade intelectual do escritor Jorge Luis Borges por um suposto plágio, após divulgar seu livro “El Aleph Engordado”, reescritura do famoso conto“O Aleph”. Em entrevista ao Jornal “A Gazeta” (13/07), do Espírito Santo, a professora Cristiane Costa caracterizou a condenação da obra como um “absurdo”, “uma total falta de sensibilidade artística por parte da viúva.”

Confira a matéria na íntegra

Be Sociable, Share!

Comments are closed.