IPads podem ajudar crianças com deficiência visual grave

Novas descobertas revelam que o aparelho da Apple pode ter a capacidade de ajudar pessoas com deficiência visual cortical, uma doença neurológica grave resultante de danos cerebrais que impedem as crianças de interpretar a informação visual.

Um estudo estava sendo feito sobre como as crianças respondem a interruptores adaptáveis – uma ferramenta que ensina crianças com deficiência habilidades necessárias para o desenvolvimento de línguas – quando uma assistente pediu para usar um iPad para avaliar a interação.

Os pesquisadores deram a 15 crianças com deficiência visual cortical, entre três e quatro anos de idade, um iPad para brincar e ficaram completamente chocados com os resultados. Crianças com o transtorno geralmente não olham diretamente para as pessoas e objetos, mas elas ficaram completamente atraídas pela luz do iPad e puderam interagir com objetos na tela.

Crianças com essa deficiência visual muitas vezes trabalham usando uma caixa de luz – semelhante à caixa que um médico usa para ver um raio-X – para que elas tenham tempo de ver luzes e objetos em alto contraste.

Alguém com disfunção cortical visual grave vai gastar muito tempo olhando para as luzes. Elas podem simplesmente sentar e olhar para uma luz dentro de uma casa ou para fora da janela. Até podem lançar brevemente um olhar a algo que passa, mas não olham para o rosto de pessoas e nem para objetos. Por isso essas pessoas parecem ser cegas.

Os iPads – que parecem uma caixa de luz – têm um aplicativo chamado Baby Finger, em que as crianças podem tocar imagens e formas coloridas que aparecem no fundo branco.

Os resultados foram notáveis. Os pais de crianças com a deficiência visual cortical tinham sido os primeiros a notar o potencial do iPhone como uma ferramenta terapêutica para os seus filhos. No entanto, nenhuma investigação formal tinha sido realizada até agora sobre o poder do iPad em ajudar as crianças.

Assim como o iPhone já está sendo usado com crianças com autismo para ajudá-las a ajustar a sobrecarga sensorial, há um grande potencial para usar o dispositivo como ferramenta de ensino para crianças com deficiência visual. Ele não só pode ser usado para ajudá-las a interagir com a tela, como também pode ensiná-las a controlar as coisas que vêem.

A intervenção precoce na vida das crianças com o transtorno é fundamental para seu desenvolvimento e contribui para melhorar sua visão. Com as técnicas adequadas, podem crescer células necessárias do córtex cerebral para que elas comecem a entender o que seu olho está vendo, e desenvolvam a capacidade de interpretar imagens.

Fonte: http://www.livescience.com/16407-ipads-assist-kids-severe-vision-impairments.html

Be Sociable, Share!

Tags:

Comments are closed.