Robôs: os novos influencers

O número crescente personagens robôs em redes sociais gera debates. Miquela Sousa, criada pela start-up de Brud, e Shudu, criada pelo Cameron-James Wilson, e definida como a “primeira super modelo digital”, são exemplos desse avanço. A especialista em personagens influentes nas redes sociais Rafaela Almeida contou ao El País que “é lícito uma marca adotar uma estratégia de marketing com humanoides, sempre e quando ficar claro que se trata de publicidade”. Segundo Ana Maestre da Okiko, até então as marcas não negam a origem robótica dos personagens, mas caso isso mude, talvez seja necessário descobrir como lidar: “não é legítimo e não deveria ser feito se o objetivo é enganar, entre outras coisas porque seria estabelecer um perfil inalcançável como algo real a se atingir e isso pode ser muito prejudicial”.

A reportagem completa do El Pais pode ser acessada clicando aqui.

Be Sociable, Share!

Comments are closed.