Dicas para produzir vídeos de jornais em casa

O recado para impedir a proliferação do Coronavírus foi dado: fique em casa. Para engajar e orientar comunidades de todo o mundo a produzir conteúdo durante a pandemia, Yusuf e Sumaiya Omar, por meio do Hashtag Our Stories, apresentaram estratégias em uma webinar para ajudar a criar vídeos sobre a COVID-19. Confira.

Journalism, Fake News & Desinformation – O manual da Unesco para jornalistas

Discernir o que é verdadeiro e falso hoje em dia tem sido tarefa cada vez mais difícil. A desinformação global é um terreno muito fértil para a manipulação de informações. Pensando nisso, a Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura) lançou o manual: “Journalism, Fake News & Desinformation”, para o treinamento de estudantes e profissionais do Jornalismo. A intenção é servir como um guia para abordagem de assuntos associados à Fake News. Se interessou? Clique aqui para ler o manual na íntegra.

Faça download gratuito de todos os livros de Judith Butler

Todos os livros de Judith Butler  estão disponibilizados para download gratuito neste link em formato PDF. Na pasta encontra-se títulos em inglês, espanhol e português.

Cambridge disponibiliza ferramenta online e gratuita que corrige seus textos em inglês na hora

O departamento sem fins lucrativo da universidade inglesa, Cambridge Language Assessment,  desenvolveu a ferramenta Write & Improve, que corrige em tempo real e gratuitamente as redações de seus usuários. A ferramenta é dividia em três níveis (iniciante, intermediário e avançado), e corrige textos que vão desde e-mails simples a textos de apresentação, entre outras situações. Para saber mais, clique aqui.

MSF lança guia de fontes para facilitar a cobertura de crises humanitárias

A organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) lançou o “Guia de Fontes em Ajuda Humanitária”, com o objetivo de estimular uma cobertura jornalística mais informada, frequente e abrangente de crises humanitárias. Faz parte do conteúdo contatos de organizações, agências multilaterais e órgãos governamentais atuantes no contexto humanitário, além de incluir artigos que esclarecem especificidades, as práticas e os dilemas da assistência emergencial, e um glossário básico de termos da ajuda humanitária e do Direito Internacional Humanitário. O manual também está disponível gratuitamente na versão online neste link.

ONU oferece bolsa para jornalista em países em desenvolvimento

O Reham Al-Farra Memorial Journalists’ Fellowship Programme, promovido pela Assembleia Geral da ONU, proporciona a jornalistas de países em desenvolvimento e em transição a oportunidade de ganhar experiência em primeira mão no trabalho das Nações Unidas em Nova York. É também uma oportunidade para conhecer jornalistas de outros países e trocar ideias com profissionais de comunicação da ONU. O programa será realizado entre os dias 11 e 29 de setembro. O perfil do candidato exige ser empregado por uma organização de comunicação reconhecida, fluente em inglês, ter entre 22 e 35 anos e ser nativo de um destes países. As inscrições vão até...

Casa Pública promove conversa sobre os deslizes do jornalismo

A Casa Pública vai realizar, no dia 20 de maio, uma conversa com a ombudsman da Folha de S. Paulo, Paula Cesarino, e João Paulo Charleaux, do Nexo Jornal, para uma entrevista ao vivo sobre deslizes cometidos no jornalismo. Lucas Ferraz, repórter da Agência Pública, é quem vai comandar a entrevista que vai abordar os impactos das decisões tomadas nas redações têm na sociedade e qual é o papel do jornalista ao enfrentar os erros. A entrada é franca e o evento será transmitido ao vivo na página da Agência Pública.

Cadastre-se no banco de frilas da Piauí e seja um colaborador

A revista Piauí está sempre a procura de boas histórias. Se você tem uma reportagem, fotografia, ilustração, infográfico, ou ideias multimídias, o _frilas é uma boa chance de você ter sua produção publicada. O primeiro passo é identificar a sua área de atuação. A partir daí, propor maneiras de abordar o seu tema de interesse e que se encaixe no perfil da revista e tornar-se um colaborador fixo. Para se cadastrar, clique aqui.

Le Monde disponibiliza curso online de francês gratuito

Le Monde, em parceria com a Fantastique, disponibilizou um curso de francês online e gratuito. Com duração de um mês, as aulas são de nível básico e contam com correção personalizada. Nas lições, recebidas diariamente por e-mail, é preciso seguir as aventuras de Vitor Hugo explorando o universo francês. Textos e diálogos também estão inclusos. Para saber mais, clique aqui.

Saiba as dicas dos fotógrafos da Magnum para iniciantes

A agência Magnum, a mais notável cooperativa de fotógrafos, está completando 70 anos. Como uma das ações para celebrar a efeméride, foi lançado, em parceria com o site “Lens Cultura”, um manual com dicas de seus renomados profissionais. Chamado “Wear Good Shoes” (vista bons sapatos), está disponível neste link. A Magnum foi fundada em 1947 por quatro grandes nomes da fotografia mundial: Robert Capa, Henri Cartier-Bresson, George Rodger e David “Chim” Seymour. A ideia era ter uma cooperativa que registrasse acontecimentos pelo mundo. Nos 70 anos de existência, passaram pela agência 92 profissionais –  hoje, são 49 atuando.

Conheça o mapa de fontes tipográficas

A fonte tipográfica pode ser vital para o sucesso de uma campanha publicitária, identidade visual de uma marca ou produção editorial. No Google Fonts, elas soman um total de 750 fontes, todas com uso liberado. O Mapa das Fontes, desenvolvido por Kevin Ho, líder da empresa de design e consultoria em inovação Ideo, utiliza inteligência artificial com base em um sistema neural de mapeamento para sugerir fontes similares. Kevin Ho testou individualmente cada uma das fontes presentes no projeto para que um algoritmo pudesse mostrar quais os aspectos visuais mais relevantes de cada uma e, então, agrupá-las por similaridade. Ao clicar...

Abraji abre inscrições para a 9ª edição do Curso On-line de Jornalismo de Dados

Estão abertas as inscrições para a nona edição do Curso On-line de Jornalismo de Dados da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (ABRAJI), que tem início previsto para o dia 15 de maio, com duração de 4 semanas. O treinamento ensina a construir e aprofundar reportagens usando bancos de dados públicos. As vagas são limitadas. O custo é de R$ 120 para sócios da Abraji e R$ 150 para não sócios. Se aprovados, os alunos receberão certificados. A ABRAJI foi criada em 2002 por um grupo de jornalistas. Sem fins lucrativos, a associação organiza congressos, seminários e oficinas com o objetivo...

Livros de Hannah Arendt em PDF para download

Estão disponíveis, gratuitamente, dez livros da filósofa Hannah Aredt. “A condição humana”, “Origens do totalitarismo”, “O que é política” e “Sobre a violência” estão entre os títulos disponíveis. Conhecida como pensadora da liberdade, Arendt testemunhou as grandes transformações do poder político do século XX. Estudou a formação de ditaduras do período e defendeu os direitos individuais, opondo-se contra a “sociedade de massas”. Para baixar o conteúdo, clique aqui.

Como jornalistas são retratados no cinema

Como os jornalistas são representados no cinema? Em seu projeto de doutorado, Fabíola Tarapanoff mapeou os perfis de jornalistas em filmes de diferentes gêneros. Além do trabalho teórico, Tarapanoff produziu um vídeo reunindo cenas de filmes como “Jejum de amor”, “Todos os homens do presidente”, “Repórteres de Guerra”, “A montanha dos sete abutres”, “Intrigas de Estado”, “Diário de um jornalista bêbado”, “Bom dia, Vietnã”, “O diabo veste Prada”, “Uma manhã gloriosa”, “Quase famosos” e “Boa noite, boa sorte”. Assista aqui.

Curso de impressão 3D no Espaço Hub UF

Estão abertas as inscrições para o curso de impressão 3D oferecido no Espaço Hub, no Parque Tecnológico da UFRJ. Durante o curso, serão ensinados todos os processos de criação, desde a modelagem das ideias iniciais até a fabricação por impressão 3D propriamente dita. O custo é de R$ 600,00, mas as primeiras quatro turmas terão desconto de 40%, 30%, 20% e 10%, respectivamente. As aulas da primeira turma têm início no dia 10 de abril, com carga horária de 24h (aulas práticas e teóricas) e serão ministradas das 17h30min às 20h30min, de segunda a quinta. Para saber como se inscrever,...

Agora é possível usar o Google para verificar se uma notícia é falsa

O sistema de checagem do Google agora passará a funcionar no buscador do site. Anunciado no ano passado e disponível no Brasil há dois meses, a função que antes estava presente apenas no Google News e em países selecionados, passou a estar disponível globalmente e em todos os idiomas. A checagem de fatos na versão brasileira será realizado por Aos Fatos, Agência Lupa e Agência Pública. Para saber mais, clique aqui.

Conheça o grupo de pesquisa da história da mídia

Criado em fevereiro de 2016, o grupo “Imprensa e circulação de ideias: o papel dos periódicos nos séculos XIX e XX” congrega membros de várias universidades brasileiras. O grupo que  aceita estudantes colaboradores tem as seguintes linhas de pesquisa: “Imprensa, moda e mulher”, “Mediadores: ciência, história e literatura”, “A imprensa e as ditaduras: acomodação, censura e conflito”, entre outros. Para saber mais, clique aqui.

Mapa-múndi da literatura mostra o clássico de cada país

O usuário Backfoward24, do Reddit, tentou responder uma pergunta que cerca os amantes da literatura: qual é a principal obra literária de cada país? Em vez de infográficos ou listas, o usuário foi mais criativo e criou um mapa-múndi onde cada país é representado por sua obra. O Brasil, por exemplo, é representado por Dom Casmurro, de Machado de Assis. Já os Estados Unidos e o Canadá são ilustrados pelos livros O Sol é para Todos, de Harper Lee. O escolhido para a Rússia foi Guerra e Paz, de Liev Tolstói, e o da França, Os Miseráveis, de Victor Hugo. Além de se divertir com...

Saiba os padrões mínimos para escrever uma matéria

Existem várias formas de fazer uma reportagem jornalística, ainda mais com as opções das plataformas digitais. Mas por melhor e mais criativo que seja a metodologia, se o repórter não prestar atenção aos padrões básicos de uma matéria jornalística, a qualidade fica comprometida. A ijnet, Rede de Jornalistas Internacionais, publicou um artigo com passos simples para garantir o êxito da matéria. O tema e sua relevância, o enfoque a ser dado e as consequências dessa notícias são alguns dos elementos a ser considerados. Para saber mais, clique aqui.

Conheça as ferramentas para um jornalista começar a codificar

Como um faz-tudo que é, o jornalista deve saber muito além de apurar e escrever bem, mas também ter conhecimento de fotografia, vídeo, edição, mídias sociais, entre outros. Com o avanço da era digital, muitos dizem que o desenvolvimento de websites é o próximo mar a ser desbravado pelos comunicadores. O crescimento de plataformas independentes de aprendizado viabiliza o estudo sobre códigos. Nesse artigo do ijnet, que fala sobre códigos, estão disponibilizadas quatro ferramentas de aprendizado. Para acessá-las, basta clicar no link.

Aos Fatos e ITS lançam curso online de jornalismo de dados e checagem

Dia 2 de abril é o Dia Internacional do Fact-Checking, e na ocasião, a agência de checagem Aos Fatos lançará, em parceria com o ITS (Instituto de Tecnologia e Sociedade), o curso online Fatos e dados: instrumentos para um jornalismo confiável. O curso terá quatro aulas com o início no dia 4 de abril, sempre às 19h. As inscrições vão até o dia 3 de abril, mediante ao pagamento da matrícula que varia de R$ 260,00 a R$ 290,00. Alunos do ITS têm desconto. Para saber mais, visite a página do curso.  

Conheça a revista digital feminista “DR”

Uma revista de cultura e política feita por mulheres e para mulheres . Essa é a proposta da revista “DR’, que diz em seu editorial ser anti-capitalista. Para acessar o conteúdo da revista, clique aqui.

Descubra quais são os seus vícios de linguagem

Um sistema de análise de texto permite que você teste quais são as palavras e expressões que mais repete. Basta usar o processador linguístico de corpus da Insite. A demonstração do texto a ser analisado não pode ultrapassar de 12 kbytes. Para saber mais informações e testá-la, clique aqui.  

Conheça e compare ferramentas gratuitas para colocar sua matéria no mapa

O site IJNet, uma rede de jornalistas internacionais, publicou um artigo em que compara as três ferramentas do Google – Story Maps, KnightLab e Tour Builder – para publicações de reportagens jornalísticas. Para ler e aprender mais sobre onde hospedar a sua matéria, leia aqui.

Aprenda a usar dados como fontes no curso online gratuito “Exploração de dados e narrativas”

O novo Curso Online Aberto e Massivo em inglês do Centro Knight pretende ensinar jornalistas a usar dados como uma fonte para contar histórias com narrativas envolventes. “Exploração de dados e narrativas: como encontrar histórias em dados com análise exploratória e visualização” vai ocorrer de 16 de Janeiro a 26 de fevereiro. O curso tem duração de seis semanas e para se inscrever, bastar clicar aqui.  

Internet revisita a Revolução Russa 100 anos depois

Produzido por jornalistas e historiadores, “1917: Free history” traz de volta as memórias reais das pessoas que viveram a época, deixando a interpretação para os leitores. O documentário da web tem um portal de mídia, com posts e comentários de personagens históricos e artigos impressos há 100 anos. Os leitores também podem jogar no site, como “fazer uma pergunta a Rasputin” . Junto com o site, o projeto conta com páginas no Facebook, Instagram, YouTube, Telegram e VK, a rede social mais popular da Rússia (especialmente entre os estudantes). Para conhecer 1917, clique aqui.

Casa Pública como o point de jornalistas no Rio de Janeiro

A  Agência Pública de Jornalismo Investigativo, ocupa, desde março de 2016, uma casa em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, onde promove eventos, coletivas de imprensa e até festas e happy hours para jornalistas. O projeto, denominado de Casa Pública, atua em três frentes: produção cultural, com exposições e exibições de filmes, um projeto de residência para jornalistas estrangeiros, com bolsa de reportagens, e a organização de palestras de encontro de jornalistas, chamado de Conversa Pública.    

USP e UFABC reconstrói árvore genealógica acadêmica de pesquisadores brasileiros

No próximo ano, cerca de 4,5 milhões de pessoas, como universitários, professores e pesquisadores poderão identificar a árvore genealógica à qual pertence após uma busca pela internet. O projeto, desenvolvido pelas universidades de São Paulo (USP) e a federal do ABC (UFABC), com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), conta com uma versão piloto de sistema web que terá como fontes a Plataforma Lattes, o banco de teses de dissertação da  Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e a lista de nomes da Academia Brasileira de Ciência (ABC). Os usuários do sistema...

Conheça o Mapa do Jornalismo Independente do Brasil

Entre novembro de 2015 e fevereiro de 2016, a Pública mapeou 79 iniciativas espalhadas por 12 cidades. Até então algo inédito no Brasil, o mapa é uma ferramenta que pode ajudar a entender melhor esse cenário e servir como catálogo para pessoas que queiram acompanhar as informações em meios alternativos de jornalismo. Os critérios para a seleção de novas mídias foram as que nasceram na rede, frutos de projeto coletivo e sem quaisquer ligação com grandes grupos de comunicação. Blogs não foram considerados devido ao seu caráter individual. Para navegar pelo mapa, clique aqui.

Inscrições abertas a programa de estágio na agência Thomson Reuters

O programa de estágio pago de jornalismo da Thomson Reuters está aceitando inscrições para o ciclo de 2017. A maioria dos estágios será baseada em seus escritórios de Nova York e Washington, mas também podem existir oportunidades em Toronto, Cidade do México e São Paulo, bem como outros escritórios nos Estados Unidos. Os programas oferece cursos intensivos em reportagem de negócios, política e geral. Estagiários recebem vários dias de treinamento formal antes de começar a trabalhar. Os candidatos devem ter concluído pelo menos dois anos de universidade, alguma experiência de jornalismo, excelente escrita e habilidades de comunicação. As inscrições vão até 1° de dezembro. Para...

Bolsas disponíveis a treinamento de jovens jornalistas em Taiwan

A Federação Internacional de Esportes Universitários (FISU, em francês) organiza o Programa Jovens Repórteres, de 19 a 30 de agosto de 2017, durante o maior evento multiesportivo da FISU na Universidade de Verão em Taipei, Taiwan. O programa, que vai selecionar 12 universitário ou recém-formados, cobrirá elementos básicos de reportagens de eventos, redação, entrevistas, fotos e vídeos, e internet. Os jovens repórteres receberão várias tarefas diárias de reportagem. As viagens, acomodações e refeições serão custeadas pelo projeto, Para mais informações, clique aqui.

Netflix lança app oficial de “Black Mirror” para avaliar pessoas na vida real

Netflix lança app oficial de “Black Mirror” para avaliar pessoas na vida real

Agora você pode avaliar seus amigos com o app RateMe, espinha dorsal do primeiro episódio da série “Black Mirror”, em que pessoas podem receber avaliações de até 5 estrelas – e isso dita suas vidas. Não se sabe como os cálculos são feitos, mas quem quiser se aventurar no app divulgado ontem na página oficial da série no Facebook, basta clicar aqui. O objetivo da brincadeira é divulgar a série, sucesso de crítica e de público na web.

Facebook oferece cursos online para jornalistas

Facebook oferece cursos online para jornalistas

O Facebook lançou seu treinamento online para jornalistas, com foco nas três principais etapas da notícia: descobrir conteúdo, produzir matérias e construir audiência. O curso contém módulos com estudo de casos do jornalismo, bem como o melhor uso das ferramentas do site. Os tópicos incluem cursos sobre produtos como Facebook Live, vídeos e fotos 360° e Instant Articles. O treinamento é em inglês. Para ter mais informações, clique aqui.

Lançamento – Sujeito Oculto

Lançamento – Sujeito Oculto

Plágio. Remix. Apropriação. Qualquer que seja a palavra usada, o tema subjacente a este romance premiado com a Bolsa Petrobras de Produção Literária é roubo. Com todas as letras. Construído a partir de um copy/paste de palavras e frases subtraídas de outros livros, num processo de montagem explicitado pelo ousado projeto gráfico, Sujeito oculto cria um jogo de espelhos infinitamente recuado em que o autor nunca é quem parece ser. Afinal, quem seria o autor deste romance senão mais um personagem, que apenas não sabe que está participando do jogo literário? Tecido a partir de citações, frases feitas e...

Gamificação é tema de plataforma da Saraiva

A Saraiva acaba de lançar o Vivaz – O game do conhecimento, uma inovadora plataforma digital lúdica direcionada ao Ensino Fundamental – 1º ao 5º ano – que traz os conteúdos de toda a grade curricular desse segmento como ferramenta complementar às obras didáticas. Desenvolvida em parceria com a Tamboro, start up especializada em games educativos, Vivaz é uma plataforma gamificada que une o universo dos jogos aos conceitos da aprendizagem adaptativa. Ela se ajusta às necessidades individuais de aprendizagem do estudante, direcionando sua trajetória dentro do jogo de acordo com seu desempenho, para reforçar conteúdos nos quais precisa...

Aplicativo reúne em mapa locais ligados à obra de Machado de Assis

Bentinho e Capitu, personagens do romance “Dom Casmurro” (1899), foram moradores da rua Riachuelo, na Lapa. Já em “Memórias Póstumas de Brás Cubas” (1881), o narrador reencontra uma antiga paixão ao caminhar pela rua do Ouvidor, no centro da cidade. As referências à cidade que pontuam a ficção de Machado de Assis (1839-1908) motivaram o projeto “Rio de Machado”, que lista 81 endereços citados nos livros do autor, além de 20 locais associados à rotina do escritor. Idealizadoras do projeto, a curadora Daniela Name e a consultora digital Gabriela Dias reuniram, em um aplicativo, um mapa no qual cada...